Renan Calheiros é afastado da presidência do Senado

Por Luís Pablo Política
 
Renan Calheiros

Renan Calheiros

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu liminar (decisão provisória) nesta segunda-feira (5) para afastar Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado.

O ministro atendeu a pedido do partido Rede Sustentabilidade e entendeu que, como Renan Calheiros virou réu no Supremo, não pode continuar no cargo em razão de estar na linha sucessória da Presidência da República.

“Defiro a liminar pleiteada. Faço-o para afastar não do exercício do mandato de Senador, outorgado pelo povo alagoano, mas do cargo de Presidente do Senado o senador Renan Calheiros. Com a urgência que o caso requer, deem cumprimento, por mandado, sob as penas da Lei, a esta decisão”, afirma o ministro no despacho.

Na semana passada, o plenário do Supremo decidiu, por oito votos a três, abrir ação penal e tornar Renan réu pelo crime de peculato (apropriação de verba pública).

Segundo o STF, há indícios de que Renan fraudou recebimento de empréstimos de uma locadora de veículos para justificar movimentação financeira suficiente para pagar pensão à filha que obteve com a jornalista Mônica Veloso.

E também há indícios de que usou dinheiro da verba indenizatória que deveria ser usada no exercício do cargo de Senador para pagar a locadora, embora não haja nenhum indício de que o serviço foi realmente prestado.

Antes, em novembro, o Supremo começou a julgar ação apresentada pela Rede sobre se um réu pode estar na linha sucessória da Presidência. Para seis ministros, um parlamentar que é alvo de ação penal não pode ser presidente da Câmara ou presidente do Senado porque é inerente ao cargo deles eventualmente ter que assumir a Presidência. O julgamento não foi concluído porque o ministro Dias Toffoli pediu vista, ou seja, mais tempo para analisar o caso.

(Com informações do G1)

Avião de Xuxa é atingido por raio e faz pouso de emergência; veja o vídeo

Por Luís Pablo Brasil
 

G1

Xuxa dentro do avião com máscara de oxigênio

Xuxa dentro do avião com máscara de oxigênio

A apresentadora Xuxa Meneghel informou em rede social, nesta segunda-feira (5), que precisou fazer um pouso de emergência em Brasília depois que a aeronave em que viajava foi atingida por um raio. Na postagem, Xuxa diz que seguia para o Piauí e precisou interromper a viagem, mas ninguém ficou ferido.

“Gente… perdão, não poderei chegar no Piauí… nosso avião foi atingido por um raio e fizemos um pouso de emergencia em Brasilia… desculpa CASA X. Graças a Deus tudo bem com a gente”, disse a apresentadora. A publicação foi feita às 17h52 e, 30 minutos depois, já tinha 23 mil reações, 3 mil comentários e 2,9 mil compartilhamentos.

Xuxa, outros passageiros e os pilotos aparecem na imagem com máscaras de oxigênio no rosto, o que sugere um problema na pressurização da aeronave. Um cachorro de estimação aparece no colo da apresentadora.

Clique e veja:

Flávio Dino debocha de Roberto Rocha em rede social

Por Luís Pablo Política
 

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), respondeu em tom de ‘deboche’ as declarações do senador Roberto Rocha (PSB), que chamou o governo de irresponsável e criminoso por dizer que as praias de São Luís estão em condições adequadas para banho. Reveja.

Flávio postou uma foto de uma das praias e disse: “dedico essa recente imagem do nosso mar aos que achavam que ele tinha dono e aos seus aliados (antigos e “novos”)”.

O comunista se referiu ao senador como “novo” aliado do grupo Sarney. Como todos sabem, Roberto Rocha foi eleito senador com o apoio do grupo de Flávio, que agora é seu adversário.

flavio-dino-roberto-rocha

“Roseana é o único nome com força para barrar Flávio em 2018”, diz João Alberto

Por Luís Pablo Política
 
Senador João Alberto

Senador João Alberto

O senador e presidente do PMDB no Maranhão, João Alberto de Souza, falou sobre o cenário para as próximas eleições, em 2018. Para ele, o seu grupo político chegará forte na corrida eleitoral.

Na avaliação do senador, lideranças do PMDB estarão mobilizadas para compor fortes alianças com outros partidos. “Vamos chegar muito fortes e mais preparados ainda em 2018”, disse.

João Alberto disse ainda que a ex-governadora Roseana Sarney é o único nome para derrotar o governador Flávio Dino (PCdoB).

“Roseana é o único nome com força para barrar Flávio Dino em 2018. Ela tem o carisma que Dino não tem; e é conhecida eleitoralmente em cada canto deste Maranhão. Ela só precisa deixar a zona de conforto e encarar o contraponto ao projeto comunista”, falou o peemedebista.

Para o senador, o clima de perseguição implantado pelo grupo comunista, tem favorecido a oposição. “Há muita bravata, muito mito e uma perseguição explícita à classe política promovida pelo governador Flávio Dino e por seus assessores mais próximos. A política é a arte do diálogo, de somar e multiplicar. O que o atual governo promove é a fórmula oposta, a de subtrair e diminuir”,.

PF faz buscas em endereços de ministro do TCU e de ex-presidente da Câmara

Por Luís Pablo Brasil
 

G1

pf

A polícia Federal (PF) cumpriu na manhã desta segunda-feira (5), com apoio da Procuradoria Geral da República (PGR) e da Receita Federal, mandados de busca e apreensão na casa e nos escritórios do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e ex-senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) e do deputado federal Marco Maia (PT-RS), ex-presidente da Câmara. Os dois são investigados desde maio pela Operação Lava Jato.

Segundo a PF, por ordem do ministro Teori Zavascki – relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) – estão sendo cumpridos nove mandados judiciais no Distrito Federal, na Paraíba e no Rio Grande do Sul nos endereços pessoais, funcionais e empresariais do deputado do PT e do ministro do TCU.

Na foto de 2014, o então presidente da CPMI da Petrobras, senador Vital do Rêgo (ao microfone), e o relator, deputado Marco Maia (à direita)

Na foto de 2014, o então presidente da CPMI da Petrobras, senador Vital do Rêgo (ao microfone), e o relator, deputado Marco Maia (à direita)

O objetivo é coletar provas do suposto envolvimento de Marco Maia e Vital do Rêgo em um esquema de cobrança de propina. A Polícia Federal informou que executivos de empreiteiras afirmam ter repassado mais de R$ 5 milhões para “evitar retaliações”.

Os dois são suspeitos de terem cobrado uma espécie de “pedágio” de fornecedores da Petrobras para blindá-los e impedir suas convocações na CPI mista do Congresso Nacional que, em 2014, investigava as suspeitas de irregularidades na estatal do petróleo.

Roberto Rocha chama o governo de irresponsável e criminoso

Por Luís Pablo Política
 

O senador Roberto Rocha (PSB) detonou o Governo do Estado em sua página social. Por meio do perfil no Instragram, Rocha chamou o governo de irresponsável e criminoso por divulgar um relatório de balneabilidade atestando que as praias de São Luís estão em condições adequadas para banho.

A declaração do senador está repercutindo nas redes sociais.

Roberto Rocha falou ainda que desde o início do programa “Minha Casa, Minha Vida”, milhares de unidades habitacionais foram construídas na capital maranhense, sem que houvesse a responsabilidade para o tratamento de esgoto, que está jorrando diretamente nos rios.

O relatório de balneabilidade divulgado pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) no dia 8 de outubro, foi bastante comemorado pelo governador Flávio Dino, que agora é chamado de criminoso pelo seu aliado político.

roberto-rocha-flavio-dino-3

Empresário Parmênio deve explicações sobre envolvimento no “Caso Sefaz”

Por Luís Pablo Polícia
 

Empresário Parmênio Carvalho

Empresário Parmênio Carvalho

O empresário Parmênio Mesquita de Carvalho, dono da Canopus Construções, vem se mantendo em silêncio diante do envolvimento da sua empresa no chamado “Caso Sefaz”.

A assessoria de comunicação do grupo Canopus – considerado um dos maiores construtores do programa “Minha Casa, Minha Vida” e dono do Pátio Norte Shopping, não encaminhou uma nota de esclarecimento.

Parmênio Mesquita, de acordo com documentos encaminhados ao Ministério Público, foi um dos beneficiados no suposto esquema que ocorreu na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-ma), na época do Governo Roseana.

A Canopus é uma das empresas contempladas com a redução ilegal de carga tributária, que culminou em um desvio milionário de recursos públicos.

O empreiteiro deve explicações sobre envolvimento da Canopus Construções no “Caso Sefaz”. Não só ele, como os demais empresários das 190 empresas que configuram na relação desse grande esquema.

O promotor Paulo Roberto Barbosa Ramos, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária, deve denunciar todos esses milionários à Justiça.

‘O Brasil perde seu maior poeta’, diz Sarney sobre morte de Ferreira Gullar

Por Luís Pablo Brasil
 

G1MA

Ferreira Gullar também já esteve no Festival

Ferreira Gullar também já esteve no Festival

Após a morte do poeta e dramaturgo, Ferreira Gullar, aos 86 anos, alguns intelectuais e amigos pessoais do maranhense prestaram condolências. Um deles foi o ex-presidente do Brasil, José Sarney. Sarney comentou que Gullar foi um dos responsáveis pelo início de sua vida intelectual.

“É um grande poeta, um grande intelectual que marcou o início de minha vida intelectual, chefiando com os irmãos Haroldo Campos, o Movimento Concretista. Pessoalmente perco um grande e o Brasil o seu maior poeta”, declarou.

Quem também falou também sobre a morte do poeta foi o presidente da Academia Maranhense de Letras, o advogado e jornalista Benedito Buzar. Segundo ele, a morte de Ferreira Gullar deixam enfraquecidas as literaturas maranhense e brasileira.

“Ele é um dos maiores poetas, não só maranhense, mas de todo o Brasil. Ferreira Gullar é, talvez, hoje, uma das maiores figuras da poesia brasileira. O Brasil perde um grande intelectual. Um homem que tinha uma grande expressão dentro do quadro da cultura brasileira. O Maranhão não pode deixar de lamentar a morte dele, porque a literatura do Maranhão e do Brasil estão fragilizadas”, revelou.

Ferreira Gullar toma posse na Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (5)

Ferreira Gullar toma posse na Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (5)

‘Imortal’ da Academia

Nascido José de Ribamar Ferreira em São Luís (MA), em 10 de setembro de 1930, Ferreira Gullar cresceu em sua cidade natal e decidiu se tornar poeta na adolescência. Com 18 anos, passou a frequentar os bares da Praça João Lisboa e o Grêmio Lítero-Recreativo da cidade. Aos 19 anos, descobriu a poesia moderna depois de ler Carlos Drummond de Andrade e Manuel Bandeira.

Gullar é um dos maiores autores brasileiros do século XX e foi eleito “imortal” da Academia Brasileira de Letras (ABL) em 2014, ocupando a cadeira nº 37. Segundo o jornal “O Globo”, o escritor estava internado no Hospital Copa D’Or, na Zona Sul do Rio, por complicações pulmonares. A partir de um quadro de pneumotórax, Gullar desenvolveu uma pneumonia.

Caminhão do Mateus é alvo de assalto em Barra do Corda

Por Luís Pablo Crime
 

mateus

Um caminhão do grupo Mateus foi alvo de assalto na cidade de Barra do Corda, na noite de ontem (02).

A ação criminosa ocorreu em um posto localizado nas proximidades da BR. Bandidos armados amarraram o motorista, que dormia no local, e o levaram para um matagal.

Pneus do veículo, a carga de whisky que era transportada e objetos pessoais dos funcionários foram levados pelo bando.

Prefeito de Bacuri é afastado pela Justiça após atraso no pagamento de servidores

Por Luís Pablo Política
 

Prefeito Baldoino da Silva

Prefeito Baldoino da Silva

Vinte dias após a população revoltada tocar fogo em terreno de propriedade do prefeito, a Justiça do Maranhão determinou o afastamento o gestor, José Balduíno da Silva Nery, do cargo por 180 dias.

A decisão proferida pelo juiz Thadeu de Mello atendeu o pedido feito por meio de uma ação civil pública do Ministério público do Maranhão.

De acordo com o magistrado, a documentação do MPMA comprova que o réu vinha atrasando os salários de forma recorrente e ainda realizava descontos indevidos.

Balduíno descumpriu todos os TAC’s assinados junto ao Ministério Público para resolução das pendências e o fim do atraso salarial, o pagamento de outras verbas trabalhistas e a regularização dos repasses ao INSS e às entidades de classe.

Foi determinado também que instituições bancárias oficiais conveniadas ao Município mantém sejam notificadas e comunicadas sobre a a proibição do prefeito, em realizar qualquer tipo de transação.