Secretário de Meio Ambiente se posiciona sobre o caso do Bloco da Devassa

 
Secretário Marcelo Coelho fala sobre o Bloco da Devassa realizar festa em área ambiental

Secretário Marcelo Coelho fala sobre o Bloco da Devassa realizar festa em área ambiental

O secretário de Estado do Meio Ambiente (SEMA), Marcelo Coelho, falou sobre o caso do Bloco da Devassa, que pretende realizar, este mês, festa de pré-carnaval no Mirante da Lagoa, considerada área preserva ambiental.

Em conversa com o editor do Blog do Luis Pablo, Coelho disse que não tem conhecimento de que sua pasta tenha liberado alguma licença para a produção da festa realizar o evento no local. Ele falou que ia mandar verificar.

Questionado sobre a decisão da Justiça (veja aqui) que retorna a área a condição de Parque, Marcelo Coelho disse que se há essa liminar a Sema irá revogar qualquer autorização para realizar festa no local.

“Não lembro de tal licença, preciso ver amanhã. Mas acho difícil a Sema ter liberado se existe uma liminar [da Justiça] que limita este tipo de evento na Lagoa. Se for o caso, será revogada”, disse o secretário.

Ontem, dia 2, o promotor Fernando Barreto, do Meio Ambiente, se pronunciou sobre o caso e disse que “não é possível acontecerem festas naquele Mirante. O local integra o Parque da Lagoa da Jansen. Caso aconteça, fatalmente teremos ações civis, penais e por improbidade administrativa.”

Ou seja, se a produção do Bloco da Devassa for fazer festa no local, quem também irá ser responsabilizado é o secretário de Estado do Meio Ambiente, que poderá enfrentar um processo de improbidade administrativa.

Vídeos mostram o desespero de pessoas com o tremor em São Luís e Teresina

Por Luís Pablo Brasil
 
Tremor faz pessoas evacuarem prédios

Tremor faz pessoas evacuarem prédios

Na manhã desta terça-feira, dia 3, um tremor de terra de magnitude 4.7 na escala Richter atingiu várias cidades do Maranhão e diversa áreas da cidade de Teresina, no Piauí.

O tremor que durou alguns segundos assustou tantos a população maranhense quanto os teresinenses. O epicentro do terremoto, segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB), foi no município de Vargem Grande, 180 km de São Luís.

Os vídeos abaixo mostram o desespero das pessoas em São Luís e Teresina; clique e veja:

Tremor na Secretaria de Educação de São Luís (Semed)

Tremor em vários pontos de Teresina

Professor da UEMA explica o epicentro de terremoto que aconteceu no MA

Por Luís Pablo Maranhão
 
Pessoas assustadas com o tremor, no Tribunal de Contas do Estado

Pessoas assustadas com o tremor, no Tribunal de Contas do Estado

O professor da UEMA (Universidade Estadual do Maranhão) Luís Jorge Dias, de Geografia Física, compartilhou um áudio em grupos de WhatsApp explicando o epicentro de terremoto que aconteceu hoje, dia 3, no Estado do Maranhão e que deixou a população assustada.

Luís Jorge disse que o ocorrido “se explica parcialmente como um tremor de acomodação”, que “nada mais é do que as rochas estarem absolutamente saturadas do peso que elas suportam do solo para baixo”.

O professor também fez um alerta as autoridades e disse que, possivelmente, algum abalo poderá aconteceu nos próximos dias.

“Possivelmente pode acontecer algum abalo secundário, dentre hoje e os próximos dias. Mas a gente tem que ficar em alerta. É bom as autoridades competentes, a exemplo do Crea e Defesa Civil, já comecem a observar o que está acontecendo em determinados prédios sobretudo em construção para ver se não comprometeu a questão das vigas e pilastras”, disse.

Centro de Sismologia da USP

De acordo com dados do relatório do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), o tremor teve início no município de Belágua, interior do Estado. O terremoto foi registrado de magnitude 4.6 no município.

Dados do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP)

Dados do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP)

Clique e ouça para entender a explicação do professor:

Assustador! Moradores sentem tremor de terra em São Luís

Por Luís Pablo Maranhão
 
Servidores deixam o prédio assustados

Servidores deixam o prédio assustados

Na manhã desta terça-feira (3), moradores de alguns bairro de São Luís e de outros municípios do Estado relataram ter sentido um tremor de terra por volta das 9h45.

Ainda não se tem conhecimento sobre o que aconteceu de fato. Segundo relatos, o tremor foi sentido em prédios como o da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio), do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) e do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), campus Monte Castelo.

“Pensei que era uma caminhão pesado passando aqui na rua, mas tava vendo relatos aqui de que outras pessoas sentiram. A porta do meu quarto e a cama começaram a tremer”, afirma moradora do bairro Quintas do Calhau.

De acordo com dados do relatório do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), foi registrado um terremoto de magnitude 4.6 no município de Belágua, no Maranhão.

Em municípios do Piauí, o mesmo tremor, também, foi relatado.

Chile

Há algumas semanas, foi registrado um terremoto de 7.7 pontos na escala Richter no sul do Chile. A informação foi confirmada pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos. De acordo com o relatório, o epicentro ocorreu a cerca de 40 quilômetros de Quellón, na Ilha de Chiloé.

O tremor foi sentido às 12h22, no horário de Brasília.

Maranhenses relatam tremor de terra em redes sociais

Moradores de São Luís relataram por meio das redes sociais, que sentiram um tremor de terra na capital, na manhã de hoje (3).

O Cento de Sismologia da USP confirmou a informação. Veja, abaixo, alguns comentários no Twitter:

(Com informações do Imirante)

Prefeito eleito de Aldeias Altas encontrará rombo de R$ 4 milhões no município

Por Luís Pablo Política
 

Ex-prefeito Tinoco ( esquerda) deixou rombo milionário para o prefeito Zé Reis

Ex-prefeito Tinoco ( esquerda) deixou rombo milionário para o prefeito Zé Reis

O prefeito eleito de Aldeias Altas, José Reis Neto, que tomou posse ontem, dia 1º de janeiro, encontrá os cofres da cidade com um rombo milionário.

São cerca de R$ 4 milhões a menos, segundo apontou relatório fruto de fiscalização realizada pela Controladoria Geral da União (CGU).

A suspeita, de acordo com a CGU, é que todo esse dinheiro, que vem do governo federal e era destinado à educação, tenha sido desviado.

A CGU apurou ainda que R$ 439 mil teriam sido gastos com reformas, porém nenhuma foi realmente feita nas escolas da cidade.

Com isso, a nova administração já começa com um grande desfalque para gerir a cidade.

Sousa Neto afirma parceria com prefeita Vianey Bringel em Santa Inês

Por Luís Pablo Política
 

Sousa Neto ao lado da prefeita Vainey

Sousa Neto ao lado da prefeita Vainey

O deputado estadual Sousa Neto (PROS) participou, no último domingo (1º), da solenidade de posse da prefeita de Santa Inês, Vianey Bringel (PSDB) e o seu vice Marcelo Cabral, eleitos para o quadriênio 2017-2020.

A programação começou pela manhã, com a celebração de uma Missa em Ação de Graças, na Igreja Matriz. Já na Câmara Municipal (Centro), Vianey, seu vice e os vereadores tomaram posse, em um ato que contou também com as presenças de políticos da região, a classe empresarial, lideranças comunitárias e de centenas de moradores do município.

Sousa Neto fez questão de parabenizar a prefeita Vianey, a quem desejou êxito na condução da administração municipal pelos próximos 4 anos. “À prefeita Vianey, desejo muito empenho e dedicação para trabalhar por Santa Inês, atuando principalmente nas áreas da saúde, educação e infraestrutura que foram deixadas ao descaso pela gestão anterior. Esse ato histórico representa a vitória do povo”, enalteceu.

O deputado anunciou que, do pacote de emendas as quais tem direito como parlamentar, anualmente, destinou R$ 1,9 milhão de reais para investir na Saúde do município.

“Como representante da minha Santa Inês na Assembleia Legislativa do Maranhão (ALEMA), reafirmo o meu compromisso com a população e a parceria com a prefeita eleita, encaminhando recursos e pleiteando ações, para que ela possa gerir a cidade com competência e responsabilidade. Que, juntos, possamos reconduzir o município ao desenvolvimento que os santainesenses tanto almejam”, destacou.

Em São Raimundo do Doca Bezerra, prefeito ostenta durante festa de posse

Por Luís Pablo Política
 

Em São Raimundo do Doca Bezerra, interior do Estado do Maranhão, o prefeito eleito Seliton Miranda de Melo (PDT) mostrou que não existe crise.

Enquanto vários municípios estão na miséria e os gestores fazendo mágica para cumprirem seus deveres, o prefeito Seliton Miranda ostenta em sua cidade.

Durante a festa de posse ontem (1º), o prefeito de São Raimundo serviu à população com Whisky Johnnie Walker Red Label.

O prefeito eleito na cidade de São Raimundo do Doca Bezerra, Seliton Miranda de Melo, foi empossado ontem (1º) e já começou sua administração ostentando.

Com um Whisky Johnnie Walker Red Label, ele comemorou sua posse e ainda serviu os moradores que estavam presentes na festa.

Eleito com 2.202 votos, ele obteve 52.35% e tem como principal missão tirar a população da pobreza, principalmente o município da lista de um dos piores Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado.

A julgar pelo comportamento do gestor no primeiro dia de comando da cidade, as coisas não devem melhorar muito na cidade…

Moradores da Camboa vivem em pânico com tiroteios entre traficantes e polícia

Por Luís Pablo Polícia
 

Pavor. Essa é a palavra que melhor define a situação dos moradores do condomínio de apartamentos do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC Rio Anil, no bairro da Camboa, em São Luís.

A situação ocorre devido aos constantes tiroteios entre policiais e traficantes na localidade.

O mais recente, registrado no último dia de 2016, assustou os moradores, que não sabem mais o que fazer que se sintam seguros dentro de suas próprias casas.

Confira no vídeo abaixo a situação dos moradores (extraído do Blog do Luis Cardoso)

“Não é possível”, diz promotor sobre festa do Bloco da Devassa no Mirante da Lagoa

Por Luís Pablo Maranhão
 
Promotor Fernando Barreto disse que é impossivel o Bloco da Devassa ser realizado no Mirante da Lagoa

Promotor Fernando Barreto disse que é impossivel o Bloco da Devassa ser realizado no Mirante da Lagoa

O promotor do Meio Ambiente, Fernando Barreto, falou com o editor do Blog do Luis Pablo sobre a reportagem da festa que um bloco de pré-carnaval pretende fazer no Mirante da Lagoa, em São Luís-MA.

Barreto disse que “não é possível acontecerem festas naquele Mirante. O local integra o Parque da Lagoa da Jansen. Caso aconteça, fatalmente teremos ações civis, penais e por improbidade administrativa.”

Segundo o promotor, existe uma decisão da Justiça retornando o local a condição de parque. Indagado sobre os organizadores estarem com uma autorização para fazer a festa, Fernando Barreto disse que não dúvida de terem a autorização, mas que quem fizer festa no local será processo e responderá criminalmente.

“Há uma liminar da Justiça retornando a área a condição de Parque. Não duvidam que tenham autorizações. Essas coisas acontecem. Porém, quem faz esses eventos deve saber que será processado do mesmo jeito”, disse o promotor.

Fernando Barreto falou que se o Bloco da Devassa for realizado no Mirante, os responsáveis terão que pagar indenizações que será mais alto do que os lucros do evento.

“Nenhum ato administrativo pode contrariar uma lei. Logo, quem fizer a festa responderá civilmente e terá que pagar indenizações, geralmente muito superiores ao faturamento de uma festa. Ali não podem ser realizados eventos. Crime do Art.40 da Lei n.9605/1998. E a concessão de qualquer ato que contrarie essa decisão pode caracterizar ato de improbidade. Quem quiser se arriscar…”, avisou o promotor em entrevista ao Blog.

Edivaldo anuncia que vai estabelecer cortes na Prefeitura de São Luís

Por Luís Pablo Política
 
Edivaldo Holanda falando com a imprensa, após tomar posse do seu segundo mandato

Edivaldo Holanda falando com a imprensa, após tomar posse do seu segundo mandato

O reeleito de prefeito de São Luís-MA, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), anunciou ontem, dia 1, que vai estabelecer cortes em sua administração devido a crise econômica que a cidade e o país vive.

Ao ser empossado, Edivaldo disse que vai encaminhar para Câmara Municipal um projeto de lei que propõe uma ampla reforma administrativa. Haverá cortes de 30% na água e energia nas despesas com a máquina pública, além de 10% de corte nas contas de telefonia das secretarias municipais.

“Secretarias e órgãos devem adotar medidas de imediato para redução de 30% de gastos com água e energia elétrica, redução de 50% com veículos locados e 10% nas contas de telefonia móvel”, falou o prefeito.

Edivaldo Holanda também vai suspender os novos contratos que geram mais despesas para o município. Isso deverá ocorrer ainda este mês.

“Para continuar mantendo os investimentos na cidade, temos que continuar administrando São Luís com racionalidade. Serão suspensas as celebrações de novos contratos para locações de imóveis e veículos que impliquem novos gastos”, disse.